9 de dez de 2009

Outra Vida


Outra vida, talvez?
às vezes
a leveza dos dedos de
Jason Lytle
a transcrever o mundo das
teclas do seu piano
e resumir a leitura da vida
simples como dó e lá.
Outra vida, talvez?
outra tristeza, às vezes
que tornasse o peito
pouco mais leve?
mais... suavemente
poesia sem palavras?
Lágrimas a umedecer teclado
inspirar, fenecer,
asas de borboletas azúis
outra vida, talvez.

(para Jason Lytle.)

Nenhum comentário: